Apple: Steve Jobs de baixa…

Steve Jobs while presenting the iPad in San Fr...

Image via Wikipedia

Ontem, fomos surpreendidos com o anúncio da baixa de Steve Jobs.

Este foi o email que enviou a todos os funcionários da Apple:

Team,

At my request, the board of directors has granted me a medical leave of absence so I can focus on my health. I will continue as CEO and be involved in major strategic decisions for the company.

I have asked Tim Cook to be responsible for all of Apple’s day to day operations. I have great confidence that Tim and the rest of the executive management team will do a terrific job executing the exciting plans we have in place for 2011.

I love Apple so much and hope to be back as soon as I can. In the meantime, my family and I would deeply appreciate respect for our privacy.

Steve

Os problemas de saúde de Steve não são novidade…
A 1 de Agosto de 2004, informou por email os funcionários da Apple (enviado, através do PowerBook de 17 polegadas e Airport Express, como fez questão de sublinhar em nota :-)), que sofria de um câncro no pâncreas, que tinha cura por intervenção cirúrgica à qual já tinha sido submetido e que regressaria em Setembro.

Em Janeiro de 2009, desequilíbrios hormonais levam ao seu afastamento durante seis meses e foi submetido a um transplante de fígado.
Veja o discurso de Steve Jobs após o regresso:

Steve Jobs é um dos principais protagonistas e influenciadores das indústrias de tecnologia e entretenimento, um líder carismático e um gestor impar. Uma personalidade única e incontornável da nossa História.
É impossível separá-lo da Apple e da Pixar (hoje Disney). Steve Jobs é insubstituível!
O mercado sabe da importância que Steve Jobs tem no rumo da Apple…

Há quem afirme que Steve Jobs representa 20% do valor da Apple.

Evolução da cotação das ações da Apple na manhã do dia 3 de Outubro de 2008

E é bem possível que seja verdade, a avaliar pelo impacto do
rumor de 3 de Outubro de 2008, quando as acções da Apple desceram
10% após ter circulado a informação que Jobs tinha sido vítima de um
ataque cardíaco, voltando a recuperar imediatamente depois do
desmentido oficial da Apple.

in Gerir na Era Digital (2011) – www.gerirnaeradigital.com

Steve Jobs transformou a Apple na maior empresa de tecnologia do mundo e a segunda maior empresa cotada (atrás da Exxon Mobil).
Na passada sexta-feira (ontem foi feriado nos Estados Unidos e os mercado estiveram fechados), a Apple fechou a sessão de bolsa no seu máximo histórico com 348,48 dólares por acção e com uma capitalização bolsista de 320 mil milhões de dólares.

Steve Jobs como refere no mail, vai continuar como presidente e CEO da empresa. Mas, no dia-a-dia, tal como aconteceu no passado, Tim Cook (COO) passará a gerir as operações.
Tim Cook é apontado por muitos como o sucessor natural de Steve Jobs. É hoje uma das figuras de referência da Apple, apesar de não ter o carisma de Steve Jobs é um dos responsáveis pela grande mudança na performance da Apple, motivo pelo qual foi o quadro mais bem pago da Apple em 2010, com os merecidos 59 milhões de dólares.
A sua importância na estratégia e capacidade operacional é também reconhecida pelo mercado. Um exemplo deste reconhecimento, aconteceu quando em Setembro de 2010 surgiram rumores de que poderia estar de saída para ocupar o lugar de CEO da HP e imediatamente a cotação das acções da Apple desceram 5% .

Image via CrunchBase

Tim Cook entrou na Apple em Março de 1998 como Vice-Presidente sénior de operações. Antes esteve na Compaq (apenas seis meses) como vice-presidente sénior mundial de operações, esteve na Intelligent Electronics como COO e na IBM como director de produção e distribuição da divisão de PC´s.

Steve Jobs prometeu no mail: “exciting plans we have in place for 2011.”

O que podemos esperar da Apple em 2011?

- Dentro de algumas semanas uma nova versão do sistema operativo iOS 4.3 (já disponível para programadores)  e é provável que saia em simultâneo com um novo iTunes (que terá novos modelos de negócio, com streaming e subscrição de conteúdos de publicações).

- iPad 2: Se os rumores estiverem certos sairá na Primavera

- iPhone 5: Tudo aponta que estará disponível no Verão

- Mac OS X  Lion: Já anunciado para o Verão

- Apple TV: É um palpite, mas o hobby até final deste ano pode deixar de ser um hobby e passar a ser uma nova e forte aposta da Apple (desenvolverei este tema num post futuro).

Tim Cook não vai deixar o ritmo abrandar…

E os resultados?
Amanhã, são apresentados os resultados do último trimestre da Apple (primeiro do ano fiscal) e tudo indica que a Apple vai voltar a bater recorde de facturação ultrapassando os 25 mil milhões de dólares de facturação.

Apple’s REAL Earnings Expectations

Apple is known for dramatically lowballing its profit guidance, and then miraculously blowing out “expectations.”

Since Sept. 2006, Apple has topped its quarterly EPS guidance by an average 41%, and its revenue guidance by an average 9%.

So what does that mean for this quarter, which will be Tuesday afternoon?

It’s a little tricky, because Apple significantly changed its accounting practices a few quarters ago. It now recognizes iPhone revenue almost all at once, instead of spreading it over 24 months. So we won’t know reliably for a few more quarters just how much Apple is lowballing its guidance using the new numbers. (Though the last few quarters, Apple blew out its sales numbers even more than it usually does.)

But running the old formula, based on Apple’s December quarter guidance of $4.80 EPS and $23 billion in sales, history suggests Apple should report EPS of about $6.77 on $25 billion of revenue.

Wall Street expects lower earnings and revenue: Consensus stands at $5.38 of EPS on $24.4 billion of sales. So Apple is set up to once again “surprise.”

Fonte: Business Insider


Tudo indica, por isso, que o futuro da Apple está garantido para consumidores, entusiastas e investidores.

Mas, a Apple sem Steve Jobs não é a mesma coisa… esperemos que regresse rapidamente.

Relacionados:

Steve Jobs: Documentário – Game Changers – Bloomberg

Coloque o seu email para receber actualizações do CIBERTRANSISTOR

Junte-se a 3.022 outros seguidores

About Nuno Ribeiro (551 Articles)
Country Manager da agência de inovação FΛBERNOVEL. Autor do livro: Gerir na Era Digital (2011). Coordenador e docente na Pós-Graduação em Marketing Digital e Medias Sociais na Universidade Europeia. Licenciado em Economia na Universidade Católica de Lisboa, onde também concluiu um curso avançado de Gestão de Empresas Tecnológicas e uma pós-graduação em Gestão de Media e Entretenimento. Diretor a unidade Negócio Multimédia do grupo Controlinveste (2008 a 2012). Diretor da unidade de negócios de Internet do grupo Cofina Media (1999 a 2008). Consultor do secretário de Estado da Comunicação Social para a área digital (1997 a 2002).

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 3.022 outros seguidores